Quanto custa comer no Chile?

Barato nunca foi, nem nos tempos em que o real estava mais valorizado. (Há treis, quatro anos, o real chegou a valer 280 pesos chilenos; hoje vale 180.) Se você não mora em São Paulo ou no Rio (pelo que vocês falam), espere encontrar à mesa preços mais caros do que você encontraria em restaurantes de nível equivalente na sua cidade.

Em restaurante, um refrigerante ou água sai na faixa dos $1.800 pesos chilenos (R$ 10), enquanto uma taça de vinho comum ou cerveja fica nas redondezas dos $3.000 pesos chilenos (R$ 17). Não se surpreenda se o café expresso custar outros $1.700 pesos (R$ 10).

Gorjeta no Chile. O serviço não vem incluído na conta e é “opcional”. Espera-se que o cliente acrescente 10%. A propina pode ser acrescentada na maquininha do cartão, se você quiser.

Não existem no Chile os restaurantes por quilo, nem os buffets com tenedor libre que às vezes você encontra na Argentina. Mas na hora do almoço quase todos os restaurantes chilenos tem para oferecer um “Menu Ejecutivo” com entrada, prato e sobremesa a um preço bastante abordável — podel achar menus entre $6.000 e $10.000 pesos chilenos (R$ 33 a R$ 44). Muitas vezes você pode escolher entre duas ou três opções, e não é raro que esses menus incluam uma bebida ou um café. O menu ejecutivo geralmente é anunciado em lousas postadas na entrada.

Restaurantes mais Gourmet ou Turísticos tem que pensar em um valor desde os $15.000.- pesos para encima!

Lembrem que podem deixar suas “DICAS” e comentarios aqui embaixo!

 
Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *